Artigos
Emidio: Governo Bolsonaro nem começou e já anuncia era de tragédias 19/11/2018

Emidio: Governo Bolsonaro nem começou e já anuncia era de tragédias

Por:Emidio de Souza

Deputado estadual eleito critica postura autoritária do futuro presidente e lamenta saída de cubanos do Mais Médicos. Pobres serão os mais prejudicados

A atitude desastrosa do presidente eleito em relação ao programa Mais Médicos deixará 60 milhões de brasileiros sem atenção básica desaúde. A região de Osasco, por exemplo, vai perder mais de 120 médicos.

A saída desses profissionais, somada ao congelamento dos investimentos em saúde, vai criar um ambiente de caos no país, com muita instabilidade na área da saúde pública e deixará os mais pobres desamparados.

Assim como a maioria do povo brasileiro, que respeita e se afeiçoou aos médicos cubanos que, solidariamente, vieram nos ajudar a garantir acesso ao sistema de saúde, estou apreensivo com o futuro.

O governo de Bolsonaro nem iniciou e ele já começa a prejudicar a população brasileira, sobretudo os mais pobres e os moradores das áreas mais remotas.

A situação revela a insensibilidade e a inaptidão de Bolsonaro para lidar com problemas complexos do país.

Sou muito grato e solidário aos médicos cubanos que não mediram esforços e atenção para atender o povo e salvar vidas.

Espero que Bolsonaro tenha lucidez e busque uma solução imediata para esse impasse internacional com uma forma que garanta atendimento público e de qualidade na área da saúde para o povo brasileiro.

Emidio de Souza é deputado estadual eleito e secretário nacional de Finanças e Planejamento do Partido dos Trabalhadores

Fonte: PT

Foto: Divulgação

Compartilhar com:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!