Debate Franco
Debate Fraco -Aila Marque 07/03/2019

Debate Fraco -Aila Marque

Como o PT Fortaleza está considerando o 8 de março neste ano de conjuntura tão adversa?

8 de março sempre foi um dia das mulheres saírem as ruas para reafirmar suas bandeiras de lutas. Esse ano o PT avalia que além de reafirmar suas bandeiras, tem que levantar a bandeira da democracia já que o momento apresenta a criação de um estado de exceção, acabando com todas as conquistas da classe trabalhadora principalmente das mulheres.

A proposta de Reforma da Previdência prejudica especialmente as mulheres. Como reagir e derrotar estas propostas no Congresso Nacional?

O PT acredita que a única forma de barrar essa “reforma da previdência” é a mobilização das mulheres. Sabemos que a perca de direitos vem para toda a classe trabalhadora, no entanto, as mulheres são as mais afetadas, pois aumenta a idade, tempo de contribuição. Considerando que a mulher tem uma dupla jornada de trabalho essa mudança pode ocasionar vários tipos de doenças levando-a o óbito antes.

Qual o espaço que o PT Fortaleza apresenta para fortalecer a luta feminista e incentivar a organização partidária na agenda social e das mulheres?

O PT tem dificuldade de entender a importância da organização da luta feminista, pela a forma que ele se organiza, no entanto, os espaços das mulheres estão garantidos pela burocracia e nas secretarias, mas quando se trata de incentivar apoiando as atividades tem dificuldade de entender que nem uma transformação ocorrerá sem a participação das mulheres.

Compartilhar com:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!